I love "buracocity"

5:16 PM

      Fiquei um tempo sem postar porque fui curtir um pouquinho das minhas férias com meus pais passeando e comendo o dia inteiro. Passamos uns dias na grande São Paulo e, tirando minha adorável visita ao dentista, pude refletir sobre as diferenças entre uma cidade grande e uma do interior.
      Não gosto quando as pessoas que vêm de fora falam mal da minha cidade, principalmente quando chamam-na de "buracocity". Foi aqui que eu nasci e me criei e sou feliz. Claro que não hesitaria em me mudar para outro lugar que oferecesse melhores condições para mim e minha família, mas sempre que vou para outro lugar (em viagens mesmo) fico pensando no quanto é bom voltar para minha casa. Talvez esse seja um sentimento comum entre as pessoas que vão para outras cidades, já que o nosso lar guarda nossas melhores recordações, e por mais que estejamos no melhor lugar do mundo sempre vamos sentir falta da nossa humilde casa (exceto para aqueles que tiveram experiências traumáticas).
      Gosto da minha cidade porque aqui eu poso beber a água da torneira porque ela não vai me fazer mal; a rua não tem cheiro de esgoto e o rio ainda tem peixes; cinco carros já congestionam uma rua, mas não tem o barulho irritante das buzinas dos motoqueiros; é bem incomum escutar sirenes de ambulâncias ou dos carros de polícia (isso é um bom sinal); todo mundo conhece os mendigos da rua e a maioria tenta ajudar; dá para andar por toda a cidade ou utilizar somente um ônibus, e mesmo que tenha que ir para outra cidade o percurso é bem menor que numa cidade grande; acredito que as pessoas comem melhor aqui; o custo de vida é mais barato e a vida bem menos estressante... 
      Enfim, toda cidade tem defeitos e eu sei que onde moro existem muitos. Acredito que a nossa felicidade depende da gente, é um sentimento que vem de dentro. Devemos criar a capacidade de enxergar o lado bom das coisas e de nos adaptarmos às mudanças. Eu estou tentando e sei que não é fácil, mas quando consigo todas as que faço fluem de uma maneira benéfica e os que estão à minha volta também são influenciados por essa energia. Fazendo isso sei que não importa o lugar em que eu esteja porque eu serei feliz.

E você também pode ser, basta tentar.
Julia Pinheiro.

You Might Also Like

0 Comentários

CURTA NO FACEBOOK

Flickr Images