Castelo de Cartas - Dama (Resenha)

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Gente, eu li esse livro logo na sequência do "Castelo de Cartas - Valete" (resenha aqui), que foi em Janeiro! Mil perdões à autora e minha colega na Academia Jovem de Letras de Lorena (AJLL), mas fiquei tão desaminada esses tempos que não fiz praticamente nenhuma resenha. Porém estou de volta! E vou falar minhas impressões desse livro pra vocês.


Conversando com Camila Loricchio, pedi mais detalhes sobre a criação do livro e eis o que ela me respondeu:
" O livro foi uma experiência completamente nova, pois decidi que ia me desvincular de editoras e fazer ele inteiro de forma independente. Tanto que finalmente ver ele pronto foi uma sensação de completude super gigante. Claro, que independente, virgula, fizemos eu e o namorado que ilustrou tudo e fez capa."
Pra nós da Academia Jovem é um grande orgulho ter uma escritora tão talentosa entre nós, com dois livros publicados, já fazendo mestrado e ao mesmo tempo tão jovem. Ela tem só 22 anos! E eu fico muito feliz de ter uma amiga como ela.

Outro detalhe: o blog pessoal da autora, Castelo de Cartas, ganhou o 2° lugar no Prêmio Topblog Brasil de 2013 pelo Juri Acadêmico na categoria Literatura. E eu também perguntei sobre como foi essa experiência pra ela:
"Quanto ao prêmio, essa é a segunda vez que participo, que o blog participa. Na primeira fiquei nos top 100 de literatura, que já foi uma emoção só, nem esperava isso, e fiquei realmente chocada com o 2° lugar nessa edição. Qualquer lugar dos Top 3 já seria uma feito e tanto pra mim, ainda mais sendo pelo Júri Acadêmico. Foi uma injeção de entusiasmo e tanto. Um jeito de mostrar que realmente estou fazendo alguma coisa certa por lá."  

Bom, falando agora do livro, gostei bastante dele e o que mais me chamou a atenção foi a evolução na escrita da Camila do primeiro para o segundo livro. Ainda sou da opinião que o tema sobre vampiros está um pouco defasado, mas como ela começou essa série bem no auge desse assunto tudo bem.

O Dama está cheio de mistérios acerca da vida de Beatrice (alô Divergente? ~coincidência?), que agora está com 21 anos e fugiu para a Inglaterra, tentando fugir também dos seus problemas com o Conselho e com sua família adotiva. Lá faz alguns amigos, Nate, os gêmeos Bryan e Ryan e Jack, um garoto que encontraram ensanguentado em uma viela.

Beatrice ainda não superou totalmente o término com o ex, Gaspard, mas está um pouco confusa com seus sentimentos em relação ao Nate. Porém, os problemas dela não se resumem ao Conselho e relações amorosas, ela está com uma terrível doença.

A história me prendeu do começo ao fim, mas fiquei intrigada com vários fatos:
- Ninguém fala qual é a doença dela;
- O garoto Jack é muito estranho, ainda mais com sua história misteriosa;
- Os cenários são bem descritos, mas falta alguns esclarecimentos em algumas cenas. Tipo "o porque" das coisas acontecerem daquele jeito.

Resumindo, o livro é bom, mas ainda faltam muitos detalhes que serão escritos no terceiro livro "-Rei". Como uma leitora ansiosa que sou, gostaria de ter sabido tudo agora, pra ontem, mas sei que a Camila está deixando o melhor para o final. Espero me surpreender!

Nota: 4/5

2 comentários

  1. Muito obrigada pela resenha, Julia! :D

    HAHAHA, o nome da Beatrice poderia ser mais referência à Beatrice de Desventuras do que Divergente, mas ok.
    Espero conseguir surpreender no Rei então! :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, mas tinha acabado de ler Divergente, por isso comparei os nomes. Não li Desventuras ainda, vou colocar na lista.
      Estamos ansiosos pelo terceiro livro!
      Beijo :)

      Excluir